Esse post é daqueles que você vai querer copiar o link e enviar para a mãe, a amiga, o marido, a colega de trabalho, enfim, é o link perfeito para pedir um presente de Natal desejado com muito jeitinho e educação, claro. 😛 Aqui vão os 5 acessórios Luz da Lua perfeitos para ganhar nesse 25 de dezembro:

 

1 – Colares

Exuberância e classe para estar sempre elegante, mesmo quando você estiver com a mais básica das roupas.

acessorios Luz da Lua 1

2 – Pulseiras e braceletes

Essa alternativa é boa porque pode ser sempre mais que um, né? Uma dupla de braceletes brilhantes é inigualável no quesito sofisticação!

acessorios Luz da Lua 2

3 – Porta batom

Aquele acessório que chega para facilitar e organizar a vida da mulher moderna.

acessorios Luz da Lua 3

4 – Chaveiro

Beleza, delicadeza e personalidade até do lado de fora da sua bolsa Luz da Lua.

acessorios Luz da Lua 4

5 – Cintos

Tem tantos que vai ser difícil escolher só um! Então nós temos certeza que pelo menos um vai agradar a presenteada escolhida.

acessorios Luz da Lua 5

Item extra: um presente para o seu pet

Por que não presentear o seu cãozinho ou gato e estimação? Afinal, todo mundo merece um mimo de estilo no fim de ano, hein! Escolha uma coleira Luz da Lua, seu pet vai amar! ♥

acessorios Luz da Lua 6


A Luz da Lua conversou com Heloísa Rocha, do Moda Em Rodas, um perfil do Instagram onde ela mostra que estilo faz parte da essência feminina e não depende de padrões. Nesta entrevista cheia de dicas, a Heloisa nos fala sobre suas inspirações e sobre a sua estreita ligação com a moda.
moda-em-rodas

Heloísa, qual é a sua relação com a moda?
Por parte de mãe, eu sou neta e sobrinha de costureiras e desde pequena lembro-me de vê-las atendendo as clientes e folhear as revistas de moda e de costura. Consequentemente, eu aprendi um pouco sobre a qualidade do corte, a escolha de uma boa peça e identificar uma boa costura, o que conta muito para mim na hora em que vou adquirir uma peça. Além disso, a minha formação, a de jornalismo, me possibilitou a cobertura de alguns desfiles e eventos de moda e, além disso, sou responsável pela supervisão dos quadros de moda exibidos pela emissora em que trabalho. Mas, especialmente, sempre fui muito vaidosa desde criança e, desde muito cedo, mas sempre orientada pela minha mãe, tinha uma forte personalidade em escolher minhas próprias peças e formar meu próprio estilo.

Por que resolveu fazer um Instagram focado em moda?
Já era um sonho antigo em produzir algo sobre moda, mas sei que o mercado de blogueiras de moda é muito concorrido. Ou seja, o meu medo era fazer algo do mesmo. Fora isso, algumas mulheres com deficiência sempre me pediam fotos de determinados looks em que viam nos meus perfis pessoais para copiar e eu mandava. Assim, eu pesquisei um pouco e percebi que blogueiras com deficiência, especialmente na minha condição, eram poucas, pois as que existem abordam apenas a questão de unhas e maquiagem. Assim, nasceu o “Moda Em Rodas”, que pretende mostrar que estilo não depende de altura, biotipo e idade, mas sim de autoconhecimento do corpo e de muita busca no mercado.

Que dicas de estilo você dá para as mulheres que possuem deficiência?
Conheçam bem o seu corpo para entender quais peça valorizam as partes que você mais gosta e aquelas que você deseja esconder. Além disso, tenham sempre uma boa costureira, pois não existe um manequim que caia perfeitamente em você. Em quase 90% das peças que eu compro preciso ajustar ao meu corpo, inclusive as bolsas. Por fim, não desista se a primeira peça não entrar em você. Isso é normal em qualquer mulher! O segredo é sempre experimentar tudo antes de comprar para não se arrepender.

E sobre os acessórios, o que não pode faltar no seus looks?
Como tenho uma escoliose muito acentuada, eu gosto de fazer sobreposições. Assim, cardigã é uma peça que eu tenho das mais diversas cores em meu guarda-roupa. Outra peça que passei a adotar nos últimos anos foram as leggings de imitação de jeans e de couro, pois como fico muito tempo sentada os tecidos mais robustos me machucavam um pouco na cintura. Além disso, como gosto de peças mais soltas em cima, eu opto por calças mais justas para dar uma balanceada no visual. Por fim, a camisa branca que é uma peça clássica, coringa e que não pode faltar no guarda-roupa feminino. No quesito acessório, um bom par de scarpin preto é um clássico e combina desde o look mais despojado até o mais formal.

Onde busca inspiração?
Como eu sempre tive muita dificuldade de encontrar peças para mim, eu nunca tive uma inspiração própria. De verdade, eu nunca tive uma personalidade que tivesse um biotipo como o meu ou que me permitisse seguir o seu estilo. Eu leio muito sobre moda, acompanho alguns blogs e, especialmente, presto atenção nas vitrines e nas pessoas que andam nas ruas. Dessa observação que eu tiro as minhas inspirações, mas claro que eu já tenho uma ideia certa do que fica bem em mim ou não. Mas quando eu compro uma peça que não sei como combiná-la, o que é raro, eu utilizo da Internet e do Pinterest para obter algumas inspirações.

Como descobriu a Luz da Lua? Gosta dos produtos da marca?
Eu já tinha visto a publicidade da marca nos veículos de comunicação, mas quando se trata de calçado feminino não presto muita atenção, pois só calço sapato infantil. Uma vez entrei com meus pais na loja da Oscar Freire, em São Paulo, e me apaixonei por um modelo de bolsa que servia direitinho em mim sem ter que ajustar a alça. Desde então, já tenho dois modelos de bolsa da loja, que, por sinal, possuem ótima durabilidade e são versáteis.

Quem quiser saber mais sobre a Heloisa ou conhecer suas dicas de estilo, pode segui-la no Instagram: @modaemrodas e no Facebook: facebook.com/modaemrodas .